26 setembro 2007

Sobremesa diet para consciência zero

Vi uma matéria revoltante no Yahoo! Brasil Notícias (link): Sobremesa mais cara do mundo custa US$ 14.500

Transcrevo-a na íntegra:
Colombo, 25 set (EFE).- Um luxuoso hotel do Sri Lanka oferece o que, segundo seus criadores, é a sobremesa mais cara do mundo, com frutas, pão de ouro e champanhe, ao custo de US$ 14.500.

A sobremesa é um dos pratos principais do hotel "The Fortress", da cidade litorânea de Galle, um dos centros turísticos da ilha.

"O que torna a sobremesa cara é a água-marinha de 80 quilates que colocamos sob a figura de chocolate como decoração", afirmou o chef do hotel, Wije Kone.

Com o sugestivo nome "A Fortaleza do Indulgente Pescador Ancudo", a sobremesa é uma tentativa da equipe culinária do hotel de criar uma "representação simbólica" do ambiente exótico que o estabelecimento oferece a seus clientes.

O prato é uma combinação de pão de ouro e prata com cassata italiana, Irish cream, manga e champanhe como base do exótico doce, decorado com uma escultura de chocolate que representa um pescador, apoiado sobre uma estrutura que sustenta a água-marinha.

"As águas-marinhas são fornecidas pela Corporação de Pedras Preciosas do Sri Lanka", afirmou Kone, que acrescentou que o doce vem em um cilindro de calda de açúcar cristalizada.

Segundo a lenda regional, a água-marinha possui poderes relaxantes e de cura e tem efeitos positivos nas relações humanas, valores que a direção do hotel quer tornar seus.

A cor azul da pedra preciosa pretende ser reflexo do oceano, uma das principais atrações que levam os turistas a Galle, enquanto o pescador é o símbolo do hotel.

Segundo a empresa, várias pessoas mostraram seu interesse em degustar a delícia.

Agência EFE

Ah, as fotos não são da notícia, tá... Mas eram nelas que eu pensava enquanto lia a notícia.

4 comentários:

Antonio disse...

Éu também sempre penso nestas fotos, quando vejo pessoas pagando verdadeiras fortunas por um jeens, uma bolsa,um sapato, um tenis, uma camisa, um relógio, uma jóia, milhões gastos em iates, aviões, festas, jantares, vinhos, champanhe,enquanto a maioria da população do mundo vive abaixo da linha da mizéria. É uma tristesa

MilfordMaia disse...

Realmente, minha cara Aleste. Uma realidade dura, cruel, nefasta.

Numa ilha onde se morre por guerra, doença e fome, luxúria e gula são oferecidas a preços absurdos, não por necessidade ou gosto, mas por total desprezo e indiferença ao próximo.

Que vísceras humanas seriam capazes de digerir, ainda que em estado de fome extrema, pedras preciosas e ouro 18 quilates?

Um dia saberão o significado da palavra fome, aqueles que abusam da matéria e dos recursos da Terra, meramente por vaidade e ganância.

Forte abraço! Visite o blog!

Luciana disse...

É um absurdo! Tanta fome, desemprego... A pessoa que inventou essa sobremesa deveria usar sua criatividade para ajudar as pessoas.

riva2005 disse...

Revoltante, Aleste. Logo eu que detesto verduras... vou começar a não dispensar mais este item