23 julho 2007

Empatia 2

Dia 1º de maio desse ano, escrevi um texto chamado “Empatia” no qual falava de um vídeo que depreciava as mulheres e na dificuldade que o brasileiro tem de se colocar no lugar dos outros.

Esses dias conheci a história de Natalie Gilbert, uma garota de 13 anos que foi escolhida para cantar o hino nacional americano no primeiro jogo das finais da NBA. Estádio lotado, quase 20.000 pessoas... Ela começa “Oh, say! can you see by the dawn's early light / What so proudly we hailed at the” e... DEU BRANCO!

O vídeo é lindo. É emocionante ver como o técnico do Portland Trail Blazers, Mo Cheeks, dá o suporte emocional para Natalie terminar o hino. O público, que tinha ensaiado uma vaia, termina por cantar junto e aplaudir a garota. No final, o técnico sussurra para ela “Não se preocupe, garota, todos nós temos um jogo ruim de vez em quando”. A história pode ser vista no excelente blog Caixa Preta.

Em outro blog, vi que algumas pessoas se sentem como se jamais tivessem um jogo ruim. Acreditam que conseguiram satirizar a garota? Pois veja a história aqui, num belo post que fala também de empatia. Faço minhas as palavras de Juca: “Eu não sei se estou ficando muito chato, mas não consigo ver graça no vexame alheio.”

4 comentários:

Juca disse...

Olá Alesya, tudo bem?

Obrigado pela visita ao meu blog e pela citação acima.

Não cheguei a receber esses vídeos que comentou, e fico feliz por isso, tenho certeza que não me agradariam nem um pouco também.

Quanto ao conteúdo da entrada, tenho certeza que estaríamos bem melhores se ao menos tentássemos nos colocar no lugar do outro de vez em quando.

Parabéns pelos seus textos, li poucos, mas notei que são muito bons. Já assinei seus feeds e vou acompanhar o blog. Adoro me surpreender com a qualidade das idéias de pessoas "comuns" como você e muitos outros que conheço ao escreverem em blogs net afora.

Atés!

Bruno Bicalho disse...

Alesya,
fiquei muito satisfeito com sua visita ao Caixa Preta. O melhor foi que conheci então o "É tarde tarde, vou dormir". Esteja certa de que seu ótimo blog acabou de ganhar mais um leitor e parceiro.

Grande abraço.

MilfordMaia disse...

Como sempre, Alesya, Aleste e Scotch,

"É tarde" sempre nos brinda com textos construtivos e bem escritos.

Já foi o tempo de rir da desgraça alheia, não faz bem a quem ri, tampouco de quem se ri, pois nunca se sabe quando será a sua vez...

Convidemos a todos para rir conosco, juntos, felizes e não de outrem, sem motivo e sem a menor graça.

Forte abraço! Visite o blog!

Selene Campos disse...

É, Alesya... todos temos jogos ruins.... E uma coisa é certa... Aqueles que riem e criticam os jogos ruins dos outros, 99,9% das vezes só querem encobrir a própria performance...