12 junho 2008

Procrastinação

Daqui a pouco eu faço...
Hoje à tarde eu faço...
O tempo passa
E logo já é noite.

Então amanhã faço...
Na segunda eu faço...
Os dias passam.
E logo já é tarde.

PS: Nos comentários uma linda poesia (em inglês, mas com a tradução) sobre o mesmo tema.

3 comentários:

Alesya Karas disse...

Uma excelente poesia sobre o mesmo tema, relacionando-o às amizades (está em inglês, com tradução no próximo comentário):

Around the Corner
by Henson Towne


Around the corner I have a friend
In this great city that has no end,
Yet the days go by and weeks rush on,
And before I know it, a year is gone

And I never see my old friends face,
For life is a swift and terrible race,
She knows I like her just as well
As in the days when I rang her bell,

And she rang mine.
We were younger then,
And now we are busy, tired men.
Tired of playing a foolish game,
Tired of trying to make a name.
“Tomorrow” I say “I will call on Jane”
“Just to show that I'm thinking of her”

But tomorrow comes and tomorrow goes,
And distance between us grows and grows.
Around the corner!-yet miles away,
“Here's a telegram sir-”
“Jane died today.”
And that's what we get and deserve in the end.
Around the corner, a vanished friend.

If you love someone, tell them.
Remember always to say “what you mean”.
Never be afraid to express yourself.
Take this opportunity to tell someone what they mean to you.
Seize the day and have no regrets.
Most importantly, stay close to your friends and family,
They have helped to make you the person you are today,
What it's all about anyway. Pass this along to your friends.
Let it make a difference in your day and theirs.

Alesya Karas disse...

Tradução da poesia que coloquei no comentário anterior:

Virando a esquina
por: Henson Towne


Virando a esquina eu tenho um amigo
Nesta grande cidade que não tem fim,
Porém os dias passem e as semanas correm
E antes que perceba, um ano se foi

E nunca vejo o rosto dos velhos amigos,
Pois a vida é uma corrida rápida e terrível,
Ela sabe que gosto muito dela
Tal como na época em que eu a visitava.

E ela a mim.
Éramos mais jovens, então,
E agora estamos ocupados, cansados,
Cansados de jogar um jogo insensato,
Cansados de tentar fazer um nome.
"Amanhã" Eu digo "ligarei pra Jane"
"Apenas para mostrar que eu estou pensando nela"

Mas amanhã vem e amanhã vai,
E a distância entre nós cresce cada vez mais.
Virando a esquina! - Ainda assim a milhas de distância,
"Aqui está um telegrama senhor-"
"Jane morreu hoje."
E isso é o que nós ganhamos e merecemos afinal.
Ao virar da esquina, um amigo que se foi.

Se você ama alguém, diga.
Lembre-se sempre expressar "o que você sente".
Nunca tenha medo de se expressar.
Aproveite esta oportunidade para dizer a alguém o que ele significa para você.
Aproveite o dia e não se lamente.
Mais importante ainda, mantenha-se próximo a seus amigos e familiares,
Elas ajudaram a fazer-lhe a pessoa que você é hoje,
Além de tudo, passe esta mensagem a seus amigos.
Faça a diferença no seu dia e no dia deles.

MilfordMaia disse...

Um tema deveras atual, talvez dos maiores males da civilização moderna, a escassez de tempo.

Não damos o tempo devido ao que nos cercam, ao que nos interessa, ao que realmente faz sentido.

A leitura de ambos os textos lembrou-me , de Chico Buarque.

O desespero, a perda, a falta, a esperança e novamente, a perda e a volta ao quotidiano...

Um post 'à la O Gato que Pesca', mas apresentado em 'É tarde'.

Forte abraço! Visite o blog
aqui ou acolá!