01 janeiro 2009

Balanço de 2008

Geralmente as TVs, revistas e jornais fazem uma retrospectiva do ano na última semana. Minha vida, porém, não tem tantos acontecimentos assim e posso deixar essa tarefa para o primeiro dia do novo ano.

Pensando em tudo o que vivi em 2008, resolvi fazer um balanço por áreas e cheguei aos seguintes resultados:

Profissionalmente tive pequenas vantagens, com o reconhecimento dos chefes e colegas. Nos estudos, concluí um curso que parecia eterno, o que é um ganho considerável. No plano sentimental iniciei o ano com esperanças, comecei um grande amor, o grande amor teve fim e terminei o ano com esperanças: saldo nulo. Financeiramente terminei pior e nem posso culpar a crise mundial. E tive um grande avanço em amadurecimento, com o qual não contava.

O saldo foi infinitamente positivo. Claro que a mente humana tende a se fixar nas perdas, mas tudo o que foi perdido pode ser recuperado, seja o mesmo ou outro similar (ou até melhor!).

2008 foi um ano bom. Tudo o que pedi, recebi, até porque só fiz pedidos nas áreas profissional e estudantil. Para 2009, meus pedidos são mais ambiciosos. Quem sabe não se realizam todos? Um novo ano se inicia. E ele está cheio de novas possibilidades.

Feliz ano novo para todos os meus (poucos) leitores!

4 comentários:

MilfordMaia disse...

Sim, meu caro amigo Scotch,

Foi um ano atípico este 2008, mas que deixa várias lições para o presente e para o futuro.

E cá estaremos, em colaboração e em sintonia, a discutir e a apreciar os mais diferentes temas e assuntos.

Forte abraço! Visite o 'blogue'!

Maria disse...

Feliz novo ano. Feliz cada dia!

Saúde e arte!

Tigresa disse...

Scotch,

As possibilidades são infinitas, estar atento a elas é nosso desafio cotidiano.

Tudo de bom em 2009.

Não tente me entender... disse...

Ressuscita-me
Para que a partir de hoje
A família se transforme

E o pai
Seja pelo menos
O Universo
E a mãe
Seja no mínimo
A Terra...

Tenha um Feliz e Belo Ano Novo!
Obrigada por tua amizade!
Bjs